Imagem capa - Contrações de treinamento (ou de Braxton-Hicks) por Erika Pugliese
maternidadeGestante

Contrações de treinamento (ou de Braxton-Hicks)

Estes dias passei por uma situação engraçada no estúdio. Durante uma sessão de acompanhamento de gestação eu vi e fotografei uma contração de treinamento.



Aí, me lembrei das minhas e do desespero quando tive a minha primeira filha. Achei que estava ela estava nascendo antes da hora e antes de sair correndo pro hospital, decidi pesquisar o que poderia ser aquilo.



Encontrei no site Baby Center uma explicação bem satisfatória sobre o assunto.

Alguns estudiosos defendem que estas contrações, que aparecem em torno de 16 semanas de gestação (ou mais), são uma espécie de treinamento do corpo para o trabalho de parto. Outros dizem que este processo ajuda no apagamento do colo do útero.

Mas seja lá qual for o motivo, não se assuste. Você vai saber quando chegar a contração pra valer.

Veja algumas coisas que podem te ajudar a identificar a contração de treinamento.

  • - Acontecem só algumas vezes por dia, e não mais que duas vezes por hora
  • - Normalmente param quando você muda de atividade. Se você passou muito tempo sentada, levante-se e caminhe. Se ficou muito tempo de pé, sente-se ou deite-se
  • - São irregulares, não pegam ritmo. Ou, se pegam, é só por um período curto
  • - Não são muito compridas: duram menos de um minuto
  • - Não vão aumentando de intensidade
  • - Podem atingir só uma parte da barriga
  • - Podem ser deflagradas pelos movimentos ou pela posição do bebê

Dizem que as contrações de treinamento não doem, mas à medida que a gravidez avança, pode ser que comece a sentir. A Juliana que o diga. Parece que doeu mesmo, né Ju?

Se as contrações estiverem incomodando você, faça o seguinte:

  • - Vá ao banheiro fazer xixi
  • - Mude de atividade. Se estava em pé, deite-se um pouco. Se ficou muito tempo sentada, levante-se e dê uma caminhada
  • - Tome um copo d'água
  • - Se ainda assim não melhorar, você pode tomar um banho morno


Se ainda assim não melhorar, ligue pro seu médico. Ele vai saber o que fazer.

Leia mais no site Baby Center.