Imagem capa - Sol e verão - 10 regras de ouro para a proteção do seu bebê por Erika Pugliese
CriançaBebê

Sol e verão - 10 regras de ouro para a proteção do seu bebê

Praia, sol, ar livre, roupas leves. Palavras que transmitem bem estar, até chegar as queimaduras de sol.

Todos os anos muitas crianças sofrem queimaduras solares devido à falta de cuidados ou deslize dos pais. Com as crianças, é proibido facilitar. Sempre que for para a praia ou as crianças forem brincar ao ar livre, utilize protetor solar e aplique-o regularmente ao longo do período de exposição.

Principalmente na praia onde, mesmo nas horas mais recomendadas, as crianças estão mais expostas e principalmente quando estão horas brincando dentro da água. Os reflexos do sol na água potencializam a ação dos raios solares e acabam provocando queimaduras sem darmos conta.

Compre um protetor específico para crianças, resistente à água e com um fator de proteção maior que 50.

Para os pequenos, pode optar por um spray colorido, que ajuda a perceber se está uniforme, e a cor desaparece após a aplicação deixando as crianças protegidas de forma imediata.

Para os bebês, escolha uma loção hidratante com proteção UVA muito elevada e sem perfumes, o que reduz o risco de alergias. Nas peles mais sensíveis convém usar produtos testados dermatologicamente.

Mesmo em dias nublados o sol é perigoso, cerca de 90% dos raios solares podem penetrar através das nuvens, e não nos apercebemos. Não facilite.

Incentive as crianças a usar chapéu e uma camiseta. Existem no mercado roupas leves, de secagem rápida e que incluem proteção UV. Mas uma camiseta branca de algodão assegura 90% da proteção contra a radiação ultravioleta.

Se não costuma usar, este é o momento de adotar a utilização de um chapéu ou algo que produza sombra para manter o seu bebê protegido. 




Siga as 10 regras de ouro para a proteção do seu bebê

  1. 1 - Nos primeiros 12 meses de vida, os bebês nunca devem ser expostos diretamente ao Sol, devendo permanecer sempre à sombra.

  1. 2 - A melhor proteção resulta da combinação do protetor solar com – ainda mais importante – a roupa. O ideal é usar sempre um chapéu e uma camiseta. 



  1. 3 - Aplique uma dose generosa (dupla) de protetor solar com o fator de proteção maior que 50. Dedique particular atenção às zonas do nariz, orelhas, nuca, sobrancelhas, mãos e pés. Deve repetir a aplicação frequentemente especialmente após ficar muito tempo na água e após utilização de toalha.



  1. 4 - Procure protetores em que haja "resistência extra à água". Significa que o produto após quatro contatos com a água durante 20 minutos ainda proporciona metade da capacidade de proteção inicial.

  1. 5 - Nunca vá sem chapéu para a piscina, a praia ou dar um passeio ao ar livre.

  1. 6 - Nas crianças, a retina absorve cerca de 70% a mais de radiação ultravioleta. Uns óculos com proteção UV total filtram toda a radiação ultravioleta. Considere o seu uso.

  1. 7 - A proteção é importante também em dias nublados, porque até 90% dos raios solares podem penetrar através das nuvens. 

  1. 8 - No final do dia, contudo, é obrigatório retirar o produto. Um banho relaxante com um produto de tratamento constitui um ritual de limpeza suave.

  1. 9 - Quando o calor é intenso, recomenda-se uma pequena piscina para refrescar debaixo do guarda-sol.

  2. 10 - Quando apesar de todas as precauções, o bebê ainda sofre alguma vermelhidão, a ordem é sair imediatamente do Sol! Mesmo que seja muito leve, pode ser perigosa para a pele das crianças. Aplique uma loção calmante na pele.


Este texto é uma adaptação do site português: Sapo Lifesyle